Av. Gonçalves, 02200 - Flosi, Barretos - SP, 14781-335

Colégio Liceu se torna autônomo em energia elétrica através da geração fotovoltaica

Uma parceria entre os diretores do Colégio Liceu e da Eco Power possibilitou o sistema de microgeração através da captação dos raios solares que, convertidos em energia elétrica, proporciona autonomia a escola através de energia limpa e renovável.

Num encontro ocorrido no início de setembro do 2019, o professor Roberto Pacheco, diretor do Colégio Liceu, recebeu o empresário Anderson de Oliveira, da Eco Power, para tratar da implantação do sistema fotovoltaico no Colégio Liceu com objetivo de tornar a escola autônoma de energia elétrica através de um sistema sustentável, limpo e renovável.

Foram meses de estudos, planejamentos, projetos e execução para a geração média mensal de 12.000 KW, através de 294 placas instaladas sobre o prédio Verde, abrangendo uma área sobre as telhas termoacústicas de 712 m², somando um peso de 7 toneladas no telhado.

Os equipamentos eletroeletrônicos de conversão, inversores e transformadores foram fornecidos pela WEG e PHB Solar, todos com garantia de 25 anos.

Por que a escolha pela Eco Power?

Os diretores do Colégio Liceu possuem uma ligação umbilical com o Anderson. Permitam explicar. 

O garoto Anderson iniciou sua vida de trabalho, ainda adolescente, como digitador, no escritório central do Memorial Jardim das Oliveiras. Em pouco tempo, sua irmã Kelly e sua noiva Náchila também trabalhavam para o Memorial.

De poucas palavras, tímido e inseguro, foi aprendendo a se relacionar com o público e com seus superiores. Ao término do Ensino Médio, com boa capacidade em Matemática, prestou vestibular na Unifeb e foi aprovado para cursar Engenharia Elétrica. Trabalhava durante o dia e estudava a noite.

Passou pelos cinco anos da engenharia com relativa facilidade, inclusive nas disciplinas ministradas pelo prof. Pacheco. Devido a boa graduação, foi convidado a ser docente nos cursos técnicos das áreas de elétrica (Automação Industrial, Eletrotécnica e Eletrônica), no LiceuTec.

Assumiu como engenheiro na Condumax, em Olímpia, mas continuou ministrando aulas no LiceuTec no período noturno e aos finais de semana.

Em 2.012, com a chegada no Brasil das primeiras placas fotovoltaicas, decidiu apostar todas suas fichas nesse novo negócio. Deixou a segurança de um emprego formal na Condumax para se aventurar no arriscado mundo dos negócios e montou a Eco Power.

O sucesso veio a galope, proporcionalmente vieram os desafios e as dificuldades. Hoje, com apenas 8 anos de empresa, estruturado, conta com mais de 300 colaboradores. Atua em 23 estados do país sendo líder absoluto de vendas em alguns estados. Possui um histórico de mais de 1.500 obras entregues, entre elas, muitas de grande porte.

A boa notícia para o empresário Anderson e sua Eco Power é que o Brasil está apenas gatinhando no mercado da energia solar. Muitos outros grandes negócios estão em sua mira. Desejamos todo o sucesso do mundo.

Registramos nossa satisfação quando do momento das tratativas financeiras. Houve a apresentação do preço de mercado de toda a instalação e em seguida, como gesto de gratidão e reconhecimento por tudo que vivenciou em nossas empresas, apresentou um orçamento com um desconto excepcional.

Muito acima do valor financeiro, as atitudes de gratidão e reconhecimento, demonstraram claramente, o lugar de sucesso e destaque que ele, Anderson, ocupa no cenário empresarial brasileiro. Fica registrada nossa gratidão.

Compartilhe a notícia

Deixe uma resposta

Fechar Menu